Plano Marshall

. quinta-feira, 15 de abril de 2010


Leia o Documento nº 1

As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima.
A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos. O seu objectivo é o renascimento de uma economia produtiva no mundo, de modo a garantir as condições económicas e sociais propícias à existência de instituições livres.

Discurso, George Marshall

Agora já sabes responder:
1. Retira, do documento 1, duas expressões que transmitam as preocupações de George Marshall relativamente à Europa. (Resposta da Mafalda Teixeira, nº 18 do 9º E - Adaptada).
As duas frases são:
- As necessidades da Europa(...)excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e
- "(...) é o renascimento de uma economia produtiva no mundo, de modo a garantir as condições económicas e sociais propícias à existência de instituições livres."

2. Como é que ficou conhecido esta ajuda americana. (resposta do Mário Fernandes, nº 21, do 9º E).
Esta ajuda Americana ficou conhecida como plano Marshall.
O Plano Marshall, um aprofundamento da Doutrina Truman, conhecido oficialmente como Programa de Recuperação Europeia, foi o principal plano dos Estados Unidos para a reconstrução dos países aliados da Europa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. O plano obteve este nome devido a ter sido da iniciativa do secretário dos EUA George Marshall.

3. Com base na análise do gráfico, descreve o tipo de ajuda prestada pelos Estados Unidos aos vários países europeus. (Respostas Fernando Figueiredo, nº9 do 9º E).
Os EUA davam dinheiro aos outros países de acordo com a quantidade das suas necessidades económicas (Ex:Inglaterra recebe menos dinheiro que a França devido a esta ter sido alvo de batalhas que destruíram cidades como por exemplo a tomada de Cayenne) pois se davam comida não davam matérias-primas e como tal dinheiro era o ideal porque assim o pais poderia comprar o que precisasse.

4. Como se chamavam as instituições soviéticas que também pretendiam ajudar os países do Leste Europeu. (resposta do Guilherme Alves, nº 13 do 9º E)
A URSS rejeitou o plano Marshall, e em 1947 é criado o Kominform, um organismo com sede em Moscovo, que superintendia a acção dos partidos comunistas de todo o mundo.
Em 1949 em resposta ao plano Marshall, a União Soviética instituiu o Comecon, com o objectivo de incentivar a cooperação económica com os novos estados comunistas. Consolidava-se assim o bloco de leste, chefiado pela URSS.


21 comentários:

Anónimo disse...

Respostas do Pedro Magalhães
1- Uma das frases é "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravissíma" e a outra é "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos".
2- Esta ajuda americana ficou conhecida como Plano Marchal.
3- Os Estados Unidos, ajudaram a Europa nas finanças e na sociadade, deram mais donativos do que créditos.
4- As instituições soviéticas eram o Kominform e o Comeco.

Anónimo disse...

1.As duas expressões que transmitam as preocupações de a George Marshall relativamente á Europa são:"As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima".
2.Esta ajuda americana ficou conhecida como o Plano Marshall.
3.O tipo de ajuda prestada pelos Estados Unidos aos vários países europeus e donativos e créditos.
4.As instituições soviéticas que também pretendiam ajudar os países do Leste Europeu chamavam-se Comecon.
Trabalho realizado por: Ricardo Santos nº26 9ºE

Anónimo disse...

Respostas de Mafalda 9E
1-"As necessidades da Europa(...)excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e "(...)é o renascimento de uma economia produtiva no mundo, de modo a garantir as condições económicas e sociais propícias à existência de instituições livres."

2- A ajuda americana ficou conhecida como o plano Marshall.

3- Os Estados Unidos ajudaram a desenvolver socialmente e economicamente a Europa, ou seja, prestaram uma ajuda financeira aos europeus.

4- As instituiçoes sovieticas que pretendiam ajudar os países do leste europeu chamavam-se Comecon e Kominform.

Mel disse...

1. Duas expressões que transmitam as preocupaçoes de George Marshall são :" As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos..." e "ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima."

2. Plano Marshalll

3.A ajuda prestada pelos EUA foi essencialmente no sector financeiro e social.

4. Kominform e Comecon

sara gonçalves nº29 9ºE disse...

1. As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima. O seu objectivo é o renascimento de uma economia produtiva no mundo, de modo a garantir as condições económicas e sociais propícias à existência de instituições livres.
2. Esta ajuda ficou conhecida como plano Marshall.
3. A ajuda americana para os vários países da Europa é grande, dão cerca de 2 mil dólares de donativos, dão mais dólares em donativos do quee créditos que tenham .

Ines brito nº14 9ºE disse...

1.As expressões são "...ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deteriorização gravissima","A nossa politica nao se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos".

2.Esta ajuda americana ficou conhecida como o plano o plano de Marshall.

3.Os EUA deram ajuda a nível finançeiro , e social, dando créditos e donativos.

4.As instituições soviéticas eram a democrática(URSS) e a imperialista (EUA).

Anónimo disse...

Respostas Fernando nº9 9ºE

1-As expressões são "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."

2-Esta ajuda americana ficou conhrcida como "Plano Marshall" criado por George Marshall, chefe do estado-maior do exército americano.

3-Os EUA davam dinheiro aos outros paises de acordo com a quantidade das suas necessidades económicas(Ex:Inglaterra recebe menos dinheiro que a França devido a esta ter sido alvo de batalhas que destruiram cidades como por exemplo a tomada de Cayenne)pois se davam comida não davam materias-primas e como tal dinheiro era o ideal porque assim o pais poderia comprar o que precisace.

4-As instituições chamavan-se Comecon e o Kominform.

patricia t disse...

Patricia Tomás nº23 9ºE

1. Retira, do documento 1, duas expressões que transmitam as preocupações de George Marshall relativamente à Europa.
-As duas expressões que transmitem as preocupações de George M são: “ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima.” e “A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos.”.

2. Como é que ficou conhecida esta ajuda americana.
-Esta ajuda por parte dos americanos ficou conhecida como “Plano Marshall”.

3. Com base na análise do gráfico, descreve o tipo de ajuda prestada pelos Estados Unidos aos vários países europeus.
- A ajuda prestada pelos EUA a vários países europeus foi através de donativos e créditos.

4. Como se chamavam as instituições soviéticas que também pretendiam ajudar os países do Leste Europeu.
-Às instituições soviéticas era dado o nome de Kominform.

Carolina Rodrigues 9º E disse...

1. "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos. "
2. Ficou conhecida como o plano marshall.
3. Os EUA ajudaram os outros países mais com donativos que com créditos.
4.Komiform e Comecon.

Bruna Calado 9ºE disse...

1. "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos. "

2. Ficou conhecido como o plano Marshall.

3. O tipo de ajuda prestada pelos EUA eram os donativos, doavam mais produtos do que dinheiro, pois nas situações em que intervinham não era o dinheiro que era necessário, mas sim os donativos.

4. Komiform e Comecon.

Anónimo disse...

1-O que preocupa ao George Marshall é a pobreza, o desespero e o caos:"A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."
2-Ficou conhecida por "Plano Marshall".
3-Os EUA ajudaram os vários paises da Europa em dinheiro e forças militares, pois os EUA foi um dos únicos paises que não ficou arrasado pela 2ª Guerra Mundial, então ajudou os seus aliados.
4-As instituições que também pretendiam ajudar os paises do Leste Europeu chamam-se:
Komiform comecon.

João Almeida nº 17
e
Pedro Almeida nº 25

mario disse...

1. As duas expressões que transmitem a preocupação de George Marshall são: "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima" e "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."
2. Esta ajuda Americana ficou conhecida como plamo Marshall.
O Plano Marshall, um aprofundamento da Doutrina Truman, conhecido oficialmente como Programa de Recuperação Europeia, foi o principal plano dos Estados Unidos para a reconstrução dos países aliados da Europa nos anos seguintes à Segunda Guerra Mundial. O plano obteve este nome devido a ter sido da iniciativa do secretário dos EUA George Marshall.
3. Os EUA começaram por doar dinheiro aos países afectados e posteriormente(quase ao mesmo tempo) faziam créditos a médio e longo prazo, para recuperar a economia Europeia, visto que a sua economia estava "em alta", devido ao plano New Deal.
4.As instituições são a Comecon e a Kominform:
A Comecon ou (Council for Mutual Economic Assistance, Concelho para Assistência Económica Mútua) fundado em 1949, visava a integração económica das nações do Leste Europeu. O aparecimento da Comecon surgiu no contexto europeu após o final da Segunda Guerra Mundial, do qual resultou a destruição de parte do continente Europeu e surgiu como a resposta soviética ao plano edificado pelos Estados Unidos, o Plano Marshall, que visava apoiar a reconstrução económica da Europa Ocidental.
A Kominform é o nome russo dado ao Secretariado da Informação dos Partidos Comunistas e Operários. A organização era de origem soviética fundada em Setembro de 1947, numa reunião em Szklarska Poreba, na Polónia, para reunir partidos comunistas europeus, foi convocada por Stalin. O objectivo do Kominform era coordenar acções entre partidos comunistas sob orientação soviética e funcionava como ferramenta da política externa da URSS.
André Santos nº3 e Mário Fernandes nº 21

Rui Graça Nº28 9ºE disse...

1- “As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos” e “condições económicas e sociais”

2- Ficou conhecida como Plano de Recuperação Europeia.

3- Os Estados Unidos ajudaram os vários países Europeus em termos financeiros com dinheiro para estes terem a oportunidade de se reconstruírem economicamente desenvolvendo-se assim.

4- Eram o komeform e o comecon.

Joana Frade disse...

1. As expressões referidas por Marshall são "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos " e "enfrentará uma deterioração gravíssima.".

2. Esta ajuda ficou conhecida como plano Marshall.

3. Com base no gráfico, o EUA ajudaram monetariamente os restantes países com o objectivo de voltar a desenvolver as economias europeias e ajudar socialmente as populaçoes.

4. As instituiçao chamavam-se Kominform e Comecon.

Catarina Mendes disse...

1.
R: As duas expressões que transmitam as preocupações de George Marshall relativamente à Europa são: “As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos” e “ou enfrentará uma deterioração gravíssima.”

2.
R: Esta ajuda ficou conhecida pelo plano de Marshall.

3.
R: O tipo de ajuda prestada pelos Estados Unidos aos vários países europeus são voltar a desenvolver as economias europeias, ajuda financeira e ajuda social.

4.
R:As instituições soviéticas que também pretendiam ajudar os países do Leste Europeu são o plano Kominform e Comecon.

André Aquino nº4 9ºE disse...

1.As expressões que transmitem a sua preocupação são tentar combater a fome, a pobreza, o desespero e o caos
"contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos" e ainda " o renascimento de uma economia produtiva no mundo, de modo a garantir as condições económicas e sociais propícias à existência de instituições livres."

2.Ficou conhecida como Programa de Recuperação Europeia.

3.A America ajudou os vários paises dando créditos e donativos.

4.Essas ajudas teem o nome de KOMINFORM e COMECON.

Anónimo disse...

1. As duas expressões são: "...excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deteriorização gravissima" e "a nossa política não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."

2. Esta ajuda ficou conhecida como o Plano Marshall.

3. O tipo de ajuda prestada pelos Estados Unidos aos vários países europeus foram a ajuda social, ajuda financeira e voltar a desenvolver as economias europeias.

4. As instituições soviéticas eram o komin-form e o comecon.

Rita Lopes, nº27 9ºE

Guilherme Barreto disse...

4 – As instituições soviéticas que também pretendiam ajudar os países da Europa de Leste eram as instituições Kominform e Comecon. Kominform foi a denominação atribuída por José Estaline, em 1943, ao organismo que substituiu o Komintern (Terceira Internacional, 1919-1943). O Kominform tinha como função ser o centro de controlo internacional do movimento comunista. Foi extinto em 1956, em parte devido à ruptura entre a União Soviética e a China.
O Comecon é a Organização de cooperação económica, científica e técnica entre os países do Bloco de Leste que foi fundada em 1949, em resposta ao Plano Marshall. A libertação dos países da Europa de Leste do domínio nazi e a consequente derrota alemã na frente oriental, durante a Segunda Grande Guerra, deveram-se, quase exclusivamente, à acção dos exércitos da URSS. Assim, a URSS estava em condições de exercer pressão sobre os governos desses países (Checoslováquia, Polónia, Hungria, Roménia, Bulgária, República Democrática Alemã, Jugoslávia e Albânia).
Em resposta ao Plano Marshall, de ajuda (norte-americana) à Europa, a URSS lançou o Plano Molotov : uma série de acordos bilaterais, entre o estado soviético e cada uma das democracias populares, que estipulavam, a longo prazo, ajuda técnica e financeira, e intercâmbio de produtos e matérias-primas. Para a coordenação conjunta da planificação económica, criou-se em 1949 o COMECON, o Conselho de Ajuda Económica Mútua, organização de cooperação económica, científica e técnica fundada pela URSS, Polónia, Checoslováquia, Bulgária e Albânia.
A Albânia viria a abandonar a organização em 1961, aderindo entretanto a República Democrática Alemã (1950), a Mongólia (1962), Cuba (1972) e o Vietname (1978). A Jugoslávia tornou-se país associado em 1964. Foram celebrados acordos de cooperação com outros estados, como a Finlândia.
Embora não se trate de um mercado comum, nem sequer de uma zona de trocas livres, o Comecon iniciou em 1971 um "Programa geral para extensão e aperfeiçoamento da cooperação e para o progresso da integração económica socialista entre os países-membros", a aplicar a longo prazo (20 anos). A coordenação dos planos dos países do grupo é considerada um instrumento privilegiado dessa integração. Nesse âmbito, tem vindo a ser dada grande importância à definição de estratégias de desenvolvimento comum de diferentes ramos da actividade económica (electricidade, combustíveis e matérias-primas, agricultura, indústria química, construções mecânicas, transportes, etc.), prevendo a especialização em certas produções específicas e investimentos conjuntos.
São órgãos do sistema o Conselho propriamente dito e, subordinados a este, as Comissões Executiva, de Planeamento e para a Ciência e Tecnologia, e o Secretariado, com sede em Moscovo, ao qual prestam apoio várias comissões especializadas. Organizações e associações inter-estados e inter-empresas ou instituições científicas têm sido criadas em áreas de acção específica.
No campo financeiro, integram o COMECON duas instituições sediadas em Moscovo: o Banco Internacional de Cooperação Económica e o Banco Internacional de Investimento. O primeiro administra as contas bilaterais, de compensação de pagamentos e os créditos a curto prazo para regularização de desequilíbrios temporários entre os estados-membros. O segundo assegura o financiamento multilateral dos investimentos e gere um fundo especial de ajuda económica aos países em desenvolvimento.
A unidade de conta utilizada é o chamado "rublo transferível", moeda colectiva com taxas de câmbio, relativamente às moedas nacionais dos estados-membros, fixadas por acordo.

Guilherme Barreto disse...

1 – As duas expressões que transmitem as preocupações de George Marshall relativamente à Europa são: “As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima.
A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos”.

2 – A ajuda americana ficou conhecida como Plano Marshall, q consiste num programa destinado a recuperar as economias dos países do ocidente e sul da Europa, profundamente abaladas pela Segunda Guerra Mundial. Foi anunciado em Junho de 1947, num discurso na Universidade de Harvard, pelo Secretário de Estado George Marshall. O objectivo dos Estados Unidos da América era criar condições às nações europeias para a instituição da democracia (travando assim o avanço para ocidente da influência soviética) e para tornar dependentes dos EUA as economias europeias.

3 – Com base no gráfico o tipo de ajuda prestada pelos EUA a vários países europeus foi uma ajuda económica.

Guilherme Alves, 9º E disse...

1- As expressões são "As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos - principalmente da América - excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima." e "A nossa política (americana) não se dirige contra nenhum país, contra nenhuma doutrina, mas contra a fome, a pobreza, o desespero e o caos."

2- Ficou conhecida por Plano Marshall.

3- Os Estados Unidos da América, ajudaram os outros países com grandes quantidades de donativos. Deram ajuda financeira para a Europa voltar a desenvolver as economias europeias.

4- A URSS rejeitou o plano Marshall, e em 1947 é criado o Kominform, um organismo com sede em Moscovo, que superintendia a acção dos partidos comunistas de todo o mundo. Em 1949 em resposta ao plano Marshall, a União Soviética instituiu o Comecon, com o objectivo de icentivar a cooperação económica com os novos estados comunistas. Consolidava-se assim o bloco de leste, chefiado pela URSS.

Carolina Marques, 9º E disse...

1. As duas frases que demonstram preocupação são “As necessidades da Europa em alimentos e outros produtos vindos” e “excedem de tal modo as suas disponibilidades que ou ela recebe uma ajuda substancial ou enfrentará uma deterioração gravíssima.
2
3. Os EUA deram muitos donativos e créditos aos países Europeus.
4.

On line



Projecto da responsabilidade de Carlos Jorge Canto Vieira


Seguidores

Hoje na História

Pesquisar neste blogue

A carregar...